Blog de enoquerodrigues


O BREJO E SUA GENTE X - FELICIANO OLIVEIRA

O BREJO E SUA GENTE X – FELICIANO OLIVEIRA


*Enoque Alves Rodrigues


O conteúdo físico que possuo sobre Feliciano Oliveira, resultado de pesquisas insones dos velhos tempos em que “ainda se compulsavam livros”, é tão robusto que mesmo tendo deixado para referi-lo por ultimo, nesta série com a qual considero finalizada minha modesta colaboração ao povo de minha terra, ainda tive de reduzir para não exceder as 1240 palavras deste espaço e não ofuscar personalidades anteriormente mencionadas de igual importância para a nossa cidade de Brejo das Almas ou Francisco Sá. Filho do fazendeiro e político de renomada liderança local da UDN, Lauro Oliveira, Feliciano nasceu no Município de Brejo das Almas onde iniciou sua longa vida pública a qual sempre esteve voltada para a qualidade. Ao contrário de alguns que o antecederam na Prefeitura do Brejo, assim como de uma boa parcela de seus contemporâneos, Feliciano sempre foi de fidelizar a excelência em todas as suas realizações. 


Menino, ainda, colaborava com o pai na administração da produtiva fazenda quando já sonhava ter em mãos ás rédeas dos destinos do Município de Francisco Sá. Com doze anos, a contragosto, foi enviado para estudar em Montes Claros e Depois Belo Horizonte, retornando ao Brejo depois de concluir seus estudos. Determinado a seguir carreira na politica, estabeleceu como Quartel General a própria fazenda do pai. Dali ele disparava petardos á políticos de renome e farta projeção local informando sobre sua intenção de se candidatar a algum cargo eletivo por onde certamente conseguiria ser útil a sua Cidadezinha de Brejo das Almas que amava. Feliciano, assim como a maioria de nós, Brejeiros, era um eterno inconformado com certos privilégios que outras cidades vizinhas tinham em detrimento de nosso Brejo das Almas ou Francisco Sá. 


De seu posto de observação na fazenda encravada entre as montanhas Brejeiras refletia e matutava, com inquietude juvenil, o quanto a Política Social havia sido cruel para com sua terra e sua gente. De vida simples, mas abastada com aquilo que a terra mãe produzia, não conseguia entender e aceitar passivamente os motivos pelos quais poucos tinham tanto enquanto muitos não tinham nada. De onde, meu Deus, havia brotado tanta miséria?


- “Prefeito Feliciano, o senhor só vai conseguir ajudar a sua cidade e o seu povo se for um excelente prefeito. O Brejo das Almas já teve muitos prefeitos bons anteriores ao senhor e veja, entretanto, onde ainda estamos...” Sonhava!


- “Deputado Feliciano, se o senhor não mudar sua forma de legislar revendo este seu pendor para com os pobres vai ser muito difícil ver aprovado algum projeto seu...” Seguia sonhando!


Feliciano sabia de antemão o quão infrutíferas seriam quaisquer tentativas suas em busca da concretização do sonho de ser prefeito de Francisco Sá sem bases políticas e plataformas sólidas de preferência lastreadas no seio das mais tradicionais famílias do Brejo cuja militância politico administrativa de resultados positivos já se encontrava inquestionavelmente solidificadas desde a fundação do lugar. E disparava os seus petardos em forma de bilhetinhos os quais eram endereçados aquelas famílias que, no entanto, relutavam em aceita-lo. Quando, finalmente, conseguiu romper a resistência ao seu nome no seio dos “Dias”, “Pereira”, “Penna” etc., soube que o mesmo não fruía de receptividade fácil entre os “Silveira”. Ele tinha pedigree no sangue, pois o pai era político, mas nenhuma tradição ou experiência que o identificassem com os anseios da maioria. Necessitavam, ali, de alguém com mais cabedal de conhecimento e comprovada eficácia administrativa. As dificuldades e mazelas do Brejo exigiam muito mais que um jovem idealista e sonhador. A história dá como tutor político de Feliciano certo cônego de nome Sebastião. Mas como veremos mais adiante, ele apenas o iniciou nesta arte, abrindo-lhe ás portas ao utilizar-se de seu valioso carisma e prestigio com os quais lhe apresentou junto aos “Silveira”. Tutor do jovem Feliciano mesmo foi o grande Enéas Mineiro de Sousa, pois, uma vez convencido dos reais propósitos de Feliciano, não mediu esforços no sentido de ajuda-lo a torna-los realidade.


Orador eloquente, capaz de levar ás lágrimas multidões de pessoas, muito bem articulado, pausado no falar, cuidadoso com as palavras e convincente, aos poucos Feliciano conseguiu conquistar a confiança de todos inclusive do próprio Enéas Mineiro, uma sólida e poderosa liderança local que, apenas para prestigiar Feliciano, cedeu-lhe a “cabeça de chapa” numa demonstração de humildade, generosidade, desapego e grandeza do Capitão, que naquele pleito eleitoral se candidatou a vice-prefeito de Feliciano, tendo ele, Enéas, puxado quase todos os votos que elegeria vitoriosa aquela chapa: Feliciano Oliveira finalmente sagrava-se Prefeito de Francisco Sá (1947-1950) com expressiva votação e o mais importante: o seu vice era ninguém menos que o homem mais poderoso da região, um corajoso e destemido desbravador e empreendedor nato oriundo do nordeste do Brasil tendo de lá saído pobre para trabalhar duro e fazer fortuna no norte de Minas: Enéas Mineiro de Sousa.


O jovem Feliciano tinha boa vontade e coragem para realizar, mas não tinha experiência e nem sempre sabia como fazer. Nos momentos de insegurança e incerteza o capitão lhe dizia: “vai, moço. Faça a sua parte. Coloque sempre á sua frente os nobres ideais que o motivaram e trouxeram até aqui que eu me encarrego de concretizá-los junto com você!”.


Dito e feito.


Realizaram uma excelente e profícua administração na Prefeitura Brejalmina.

No pleito seguinte encontramos Feliciano Oliveira retribuindo ao seu benfeitor a mesma gentileza de outrora. Agora era o próprio Feliciano, experiente e realizador, o vice de outro iniciante na Política, mas imbuído de desejos de mudanças, filho de Enéas, de nome Pedro Mineiro de Sousa (1951-1954). Como da vez anterior, e como não podia deixar de ser, aquela dobradinha reversa conseguiu ser igual ou ligeiramente melhor que a anterior. Obras importantíssimas saíram do papel, materializando-se em benefício da população. Diziam as “boas línguas brejeiras” que administração igual àquela só a do “doutor Jardim.”. Não obstante não ter sido contemporâneo dessas administrações (tinha eu somente um ano em 1954), conheço-as muito bem pelos escritos que li, e, principalmente, pelo que me falava o meu saudoso avô que tinha o vezo de comparar gestões passadas.


As administrações bem-sucedidas de Feliciano Oliveira frente á Prefeitura de Francisco Sá, quer como Prefeito ou vice, proporcionaram ao nosso Município grandes saltos de qualidade rumo ao progresso célere e eficaz guardada as devidas proporções de morosidade das coisas, feitos e fatos inerentes á época. Tanto é verdade que foram suficientes para que Feliciano Oliveira, uma vez mais, ou seja, consecutivamente, aliás, acontecimento este inédito até os dias atuais, conseguisse se reeleger Prefeito de Francisco Sá com excelente votação nos pleitos de 1954 (final de seu mandato de vice), para o próximo período de 1955-1958. Tinha ele neste quadriênio administrativo como seu Vice um gigante e competente homem público, filho de Jacinto, orgulho das Alterosas.


Mais uma vez grandes metas foram batidas e índices de qualidade de vida antes inatingíveis fizeram-se presentes. Feliciano consolidava na Prefeitura do Brejo das Almas os seus sonhos de menino. O ótimo trabalho, a experiência, o reconhecimento e o respeito políticos conquistados lhes credenciavam, certamente, a alçar voos mais altos por outras plagas muito além das fronteiras de seu querido Brejo das Almas. Ali ele poderia multiplicar por milhares os beneficiários de sua luta e empenho em prol dos mais carentes não somente em seu torrão natal.


Foi exatamente o que ele fez. Diga-se, com muito sucesso!


E tenho dito.


*Enoque Alves Rodrigues é Brejeiro.


Escrito por enoquerodrigues às 13h52
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, VILA PRUDENTE, Homem, de 56 a 65 anos, Portuguese, Arabic, Livros, Música
Outro -
Histórico
Outros sites
  UOL - O melhor conteúdo
  BOL - E-mail grátis
  City Brasil_Enoque_Francisco Sá
  http://enoque.rodrigues.zip.net/
Votação
  Dê uma nota para meu blog